Últimos vídeos

Investimento em segurança diminui riscos de acidentes de trabalho Dr. Gustavo Rezende Mitne;

Segundo o Ministério Público do Trabalho, um brasileiro morre a cada quatro horas e meia por acidentes relacionados ao trabalho. Só em Londrina, são quase 2.400 acidentes em pouco mais de um ano.

 

 

Ministério Público pede explicações da CMTU para aumento na taxa da coleta de lixo Dra. Eugênia Chirata Nunes;

O diretor financeiro da CMTU, Marcio Takeshima, foi chamado pelo Ministério Público nesta segunda-feira (5) para explicar a planilha usada para embasar o custo da coleta de lixo.

Com base nos princípios da publicidade e do acesso à informação, a promotoria de defesa do patrimônio público pediu que a Companhia detalhasse os critérios adotados na planilha apresentada à imprensa.

A conversa levou mais de uma hora. Na saída, Takeshima não quis responder as dúvidas dos repórteres e atribuiu responsabilidades à Secretaria de Fazenda.

Valores

Na primeira planilha apresentada pela CMTU, o custo total da coleta era de R$ 52,8 milhões. Depois de questionamentos por parte da imprensa, foi divulgada uma planilha mais detalhada, mas com valores vieram diferentes da primeira. O custo total veio R$ 2,5 milhões mais baixo.

Houve diferença também no valor previsto para pagamento da empresa Kurica, responsável pelo serviço, e nenhum contrato foi apresentado.

Na planilha estão inclusas a construção e a manutenção de quatro pontos de entrega voluntária. Porém esse tipo de serviço tem características de limpeza pública, uma taxa diferente da taxa de coleta.

Segundo a advogada tributarista Eugênia Chirata, o cálculo também fere o princípio da isonomia ao atribuir coletas diferentes para contribuintes de uma mesma rua ou região. Além disso, o município não ofereceu simulação da taxa, apenas do IPTU, ferindo outro princípio constitucional.

“É uma grave ofensa ao princípio da não surpresa porque o contribuinte não pôde se precaver no sentido de quanto ele gastaria com o aumento desse tributo”, afirmou a tributarista.

<a href=”https://tarobanews.com/noticias/parana/ministerio-publico-pede-explicacoes-da-cmtu-para-aumento-na-taxa-da-coleta-de-lixo-2o7Zz.html”>Reportagem: Lívia de Oliveira/Andelson Moro</a>

Vitrine Revista, conversa sobre previdência com o Dr. Thiago Napoli Dr. Thiago Napoli;

 

IPTU: moradores de Londrina pagarão o valor total dos custos da coleta de lixo Dr. Diogo Vilela Berbel;

O reajuste no valor do IPTU deixou os londrinenses indignados, principalmente quem recebeu boletos com aumento 100% ou até mais de 300% no imposto. Além da justificativa do prefeito Marcelo Belinati de que os valores estavam defasados há 16 anos, outro fator que pesou no reajuste foi a coleta de lixo.

 

Thiago Nassif conversou com os advogados Diogo Berbel e Gustavo Mitne Dr. Diogo Vilela Berbel; Dr. Gustavo Rezende Mitne;

Thiago Nassif conversou com os advogados Diogo Berbel e Gustavo Mitne, do escritório de advocacia Vilela Berbel e Mitne. Diogo falou sobre a estrutura do novo ambiente de trabalho e como começou a parceria com Gustavo.

 

Você sabe como está os impostos nos produtos de natal? Dra. Eugênia Chirata Nunes;

Jogo Aberto Dra. Manuela Tucunduva;

 

Advogado comenta sobre mudanças na reforma trabalhista Dr. Diogo Vilela Berbel;
Reforma Trabalhista – Jogo Aberto Dra. Manuela Tucunduva;

Programa Jogo Aberto – TV Tarobá Londrina
Tema: Reforma Trabalhista

Tarobá Londrina

Publicado por Tarobá Londrina em Sábado, 18 de novembro de 2017

Reforma Trabalhista Dr. Diogo Vilela Berbel;

Tarobá Londrina

Publicado por Tarobá Londrina em Sexta, 10 de novembro de 2017

 

Refis possibilita renegociação de dívidas Dr. Diogo Vilela Berbel;

Podem ser renegociadas dívidas tributárias com a união, impostos devidos ao governo federal.

RPCTV – primeira edição – 26/10/2017
http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/londrina/v/refis-possibilita-renegociacao-de-dividas/6245265/

Presentes para Dia das Mães estão repletos de impostos Dr. Diogo Vilela Berbel;

Entrevista do advogado Diogo Vilela Berbel

Roupas, calçados, perfumes, alimentação, todos os tipos de produtos estão cheios de impostos. Veja qual o percentual na reportagem.

Veja o vídeo na RPC

 

Londrina / PR
Curitiba / PR
Brasília / DF
São Paulo / SP
Rio de Janeiro / RJ